Maio Amarelo: No trânsito, sua responsabilidade salva vidas
25
maio-21

Maio Amarelo: No trânsito, sua responsabilidade salva vidas

 

O movimento Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito. O objetivo é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil com a intenção de se colocar em pauta o tema segurança viária e de mobilizar em torno dessa luta toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada.

É um importante momento para se discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.

Neste ano, a campanha teve como tema principal: “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”. A mobilização alerta, por exemplo, para a responsabilidade de atitudes como usar passarelas e faixas de pedestres, para o respeito dos condutores aos vulneráveis no trânsito, para o risco de usar celular ao volante e sobre a importância de usar o cinto de segurança.

O Maio Amarelo de 2021 seguiu o mesmo padrão do movimento realizado no ano passado, devido às restrições impostas pela situação de pandemia. Além de buscar evitar as mortes e lesões no trânsito, uma pandemia em si, os hospitais já se encontram demandados pelos enfermos da COVID e de outras doenças.

 

Veja também: “Maio Amarelo: Acidentes de trânsito refletem na rotina de cirurgias”.

 

Maio Amarelo

O movimento Maio Amarelo nasceu em 2014 e fomenta uma ação coordenada entre o Poder Público, iniciativa privada e sociedade civil para discutir o tema segurança viária com o objetivo de reduzir os acidentes e mortes no trânsito.

A escolha do mês de maio ocorreu pela Organização das Nações Unidas (ONU) ter definido a Década de Ação para Segurança no Trânsito em 11 de maio de 2011. Já a cor amarela simboliza sinalização e alerta no trânsito.

Importância do Maio Amarelo

O principal objetivo da campanha é reduzir o número de acidentes e, consequentemente, o índice de mortos e feridos no trânsito nacional. Além de evitar a perda de vidas, essa redução reflete diretamente no sistema de saúde, que pode reservar mais leitos para atender à população. Previna-se e contribua por um trânsito mais seguro!

 

Fonte: Governo Federal

  • Compartilhar:

Comentários()

Receba nossa newslleter

E fique por dentro das notícias e novidades sobre o Hospital.