Gestora do HNSC fala sobre o atual momento da pandemia em live
21
abr-21

Gestora do HNSC fala sobre o atual momento da pandemia em live

 

Nesta terça-feira (20), a Gestora Hospitalar do Hospital Nossa Senhora da Conceição, Claudine Carvalho, participou de uma live da Universidade Estácio de Sá, polo de Pará de Minas. Ela foi convidada pelo gestor do polo, Alan Alves, para falar sobre a nova realidade do HNSC neste momento difícil da pandemia de Covid-19.

A live foi transmitida pelo perfil da Estácio de Sá no Instagram e teve duração de aproximadamente 40 minutos. Foram debatidos diversos assuntos, desde as diferenças no cenário da pandemia entre 2020 e 2021, as diversas mudanças que tiveram de ser adotadas na Instituição, e até mesmo sobre o cansaço dos profissionais.

Em relação ao ano passado, a gestora do HNSC apontou que um dos maiores desafios foi em relação à organização do HNSC, tanto para receber pacientes com covid-19, até então uma doença pouco conhecida, até a fase de organizar leitos, buscar e capacitar profissionais. Já para este ano, o desafio foi passar de uma referência microrregional para macrorregional. Em outras palavras o HNSC atendia um público menor – composto por Pará de Minas e municípios da microrregião – e passou a ser referência de uma região ampliada de saúde, ou seja, o Estado passa a fazer a gestão dos leitos covid e o HNSC recebe pacientes de toda Minas Gerais.

Um dos assuntos mais questionados pelo público foi os estoques de medicamentos e de oxigênio. Em relação aos medicamentos, Claudine tranquilizou a todos que se preocupam com a falta e esclarece que, apesar da oscilação e dos altos preços, além da dificuldade em conseguir as quantidades ideais, o HNSC mantém regularidade em seu estoque. Já sobre o oxigênio, o HNSC está conseguindo repor seu estoque sem grandes dificuldades. Isso acontece devido à proximidade com Belo Horizonte, onde os tanques são reabastecidos.

Foram respondidas perguntas feitas previamente pelos seguidores e também os questionamentos que surgiram ao longo da conversa ao vivo. Um ponto importante destacado por Claudine é o auxílio que o setor de Serviço Social está prestando às famílias, buscando humanizar o atendimento e o elo entre famílias e pacientes.

 

Leia também “Videochamada busca aproximar pacientes internados com covid e seus familiares

 

Fechando a conversa, Claudine reforçou que a ajuda da população é indispensável neste momento, e que todos precisam seguir as medidas restritivas indicadas pelos órgãos responsáveis. “A conscientização individual, fazer uso da máscara, distanciamento social, não aglomerar. Precisamos que as pessoas se conscientizem, que diminua o número de internações. Temos a esperança de sair deste cenário de pandemia. Nós temos que ser cada dia mais seres humanos, pensar nas dificuldades e nas dores dos outros, e como a Instituição luta para fazer o melhor por todos”, finalizou.

Você pode conferir a live completa clicando aqui.

  • Compartilhar:

Comentários()

Receba nossa newslleter

E fique por dentro das notícias e novidades sobre o Hospital.